baner principal com título e logo do estado
Imprimir

Current Size: 100%

  • Preto/White
  • White/Preto
  • Yellow/Azul
  • Standard

Current Style: Standard

CPH publica resultado da licitação para construção do terminal de Santarém

CPH publica resultado da licitação para construção do terminal de Santarém

Foi publicada na edição desta sexta feira (02), do Diário Oficial do Estado, o resultado final da licitação realizada pela Companhia de Portos e Hidrovias (CPH) para a construção do terminal hidroviário de Santarém, na região oeste do Pará. Após análise documental, o Consórcio Tapajós foi declarado o vencedor do certame licitatório.

Em movimentação de embarque e desembarque de passageiros, a estimativa da CPH é que o terminal de Santarém, município com quase 300 mil habitantes, movimente, em média, duas mil pessoas por dia. Ele, enfim, suprirá a demanda de uma cidade que movimenta a economia da região por meio do transporte fluvial. A nova estrutura vai possibilitar a organização do setor portuário da orla, já que atualmente as operações de embarque e desembarque, tanto de cargas quanto de passageiros, são realizadas em um porto improvisado localizado na Praça Tiradentes, no bairro Aldeia.

A obra está orçada em R$ 59.884.105,61. O recurso faz parte de um pacote de investimentos capitaneado pelo governo do Estado, por meio da CPH, de mais de R$ 80 milhões, financiados junto à Caixa Econômica Federal, para a construção de sete novos terminais no Baixo Amazonas, desses, seis já em obras.

Estrutura - De acordo com a CPH, o terminal de passageiros terá 3,6 mil metros quadrados de área construída e contará com a seguinte estrutura: embarque e desembarque de passageiros; guichês para venda de passagens; guarda-volume; banheiros masculino, feminino e para portadores de necessidades especiais; fraldário; praça de alimentação com 404 lugares; área de espera com 801 lugares; espaço para órgãos intervenientes (Arcon, Juizado, Conselho Tutelar, Sefa, Capitania dos Portos, Receita Federal e Polícia Militar); quiosques de informações e loja; escada rolante e plataforma vertical. Ele contará, também, com área para estacionamento, com 120 vagas para carros (90 para motos e 60 para bicicletas) e terá, ainda, ponto de táxi e paradas para ônibus e micro-ônibus. Já o terminal de cargas terá 5,6 mil metros quadrados de área para uso das empresas de transporte fluvial.

A estrutura naval que será construída terá um píer flutuante com 3.600 m², oito fingers de atracação (4,00 x 15,00 metros), rampa metálica bi-articulada de 10 x 70 metros, para acesso ao flutuante, e passarela em concreto de 2.494 m², com circulação separada entre passageiros e cargas. Ela terá capacidade para atracação de 17 embarcações ao mesmo tempo, de maneira organizada.

O terminal será instalado no bairro da Prainha, onde funcionava a antiga fábrica da Tecejuta. A área foi desapropriada e repassada pelo município de Santarém ao Estado, por meio de um termo de cooperação técnica assinado entre a Prefeitura e o Governo, em junho de 2017.

Por Samuel Alvarenga

Copyright © 2012 - CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará)

Av. Generalíssimo Deodoro, 367
CEP: 66050-160, FONE: (91) 3221-4100
Umarizal - Belém - Pará

selo de validação w3c selo de feito em drupal selo de feito pela PRODEPA