baner principal com título e logo do estado
Imprimir

Current Size: 100%

  • Preto/White
  • White/Preto
  • Yellow/Azul
  • Standard

Current Style: Standard

Governo e Sudam firmam convênio para Terminal Hidroviário de Icoaraci

Governo e Sudam firmam convênio para Terminal Hidroviário de Icoaraci

O governo do Estado, por meio da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), e a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), celebraram nesta quinta-feira (7), no Palácio do Governo, em Belém, convênio para construção do Terminal Hidroviário Turístico de Icoaraci, distrito da capital. Também foi autorizada abertura de licitação para escolha da empresa responsável pela obra.

 

"Terminais hidroviários são fundamentais para um Estado que tem os rios como ruas. Portanto, garantir com que regiões como o Marajó, Baixo Tocantins e Calha Norte (no Oeste do Pará), possam ter portas de entrada e saída com dignidade é uma decisão de governo. Isso nos permite, hoje, estar entre terminais já entregues e outros em obras. São 32 terminais, em 32 municípios, que certamente ganham esses equipamentos para fortalecer ainda mais essa vocação. Não poderíamos deixar de atuar em Icoaraci para atender quem mora em Belém, quem mora nas ilhas da capital, e também fortalecer a relação daqueles que embarcam aqui para o Marajó, além do fortalecimento do polo turístico, já que o Terminal de Icoaraci estará na rota dos grande cruzeiros. Isso gera emprego e renda para o Estado", frisou o governador Helder Barbalho, durante a cerimônia de assinatura dos documentos.

 

Durante a agenda de trabalho, Helder Barbalho disse ainda que o Pará tem o maior plano de construção e reconstrução de terminais hidroviários do Brasil, já contemplando 32 municípios, em várias regiões.

 

Turismo - O Terminal Hidroviário de Icoaraci vai potencializar o turismo, além de proporcionar mais conforto e segurança a todos os usuários. O novo porto contará com cadeiras confortáveis, banheiros, guichês para vendas de passagens, lanchonete, salas para órgãos do governo, guarda-volumes e bebedouro. Já a obra naval contemplará a instalação de rampa metálica biarticulada coberta e flutuante coberto, para embarque e desembarque de passageiros. A acessibilidade é uma das prioridades do projeto.

 

"Belém ganha um presente importantíssimo na véspera do aniversário de Icoaraci. Nós assinamos um convênio importante para construção do Terminal de Icoaraci, por meio de emenda parlamentar do deputado Priante (José Priante-MDB) e contrapartida do governo do Estado. Isso significa que a população de Icoaraci terá um local digno para o embarque e desembarque de passageiros, e vamos aumentar a geração de emprego, renda e turismo para a Vila Sorriso", destacou Abraão Benassuly, presidente da CPH.

 

Investimentos - Previsto para iniciar até o final deste ano, o projeto tem recursos garantidos, cerca de R$ 10 milhões, dos quais metade é de aporte do Tesouro estadual, e o restante oriundo de emenda parlamentar do deputado federal José Priante. “Este convênio que está sendo assinado, fruto de emenda de minha autoria, de um compromisso com a população, fruto das minhas andanças nos meus mandatos, representa desenvolvimento. Icoaraci não tinha um terminal hidroviário digno na metrópole da Amazônia, e isso é incompreensível. Portanto, isso que celebramos hoje é uma virada de página”, acentuou José Priante.

 

A obra será possível por meio de um termo de cooperação técnica, já assinado entre o governo do Estado e a Prefeitura de Belém, que cedeu o terreno de cerca de seis mil metros quadrados para a construção do equipamento. O local da futura obra fica ao lado do atual trapiche de Icoaraci.

 

“É uma ação importante, porque mostra a sinergia entre o governo federal e o governo do Estado, e também o Legislativo. Na medida em que esse convênio é celebrado entre o Pará e a Sudam, por meio de emenda parlamentar do deputado José Priante, possibilita a concretização de um sonho para o povo de Icoaraci. Vemos uma possibilidade de geração de emprego e renda para população, principalmente em tempos de pandemia. Vemos também a possibilidade de receber mais turistas e grandes e embarcações”, ressaltou Louise Caroline Low, superintendente da Sudam.

por Bruno Magno (Ascom CPH) 

Copyright © 2012 - CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará)

Av. Generalíssimo Deodoro, 367
CEP: 66050-160, FONE: (91) 3221-4100
Umarizal - Belém - Pará

selo de validação w3c selo de feito em drupal selo de feito pela PRODEPA